domingo, 2 de novembro de 2008

Aos mestres da vida com carinho

Meus queridos(as) e amigos(as) leitores(as), não sei se é de conhecimento de todos, mas eu sou uma estudante da doutrina ROSA CRUZ, e se você quiser saber um pouquinho mais sobre o que é clique aqui.
O objetivo deste post é dividir com vocês dois fatos muito bonitos que aconteceram comigo ontem e que se completam, sem terem tido seguer a intenção.
Primeiro, ontem a noite durante a convoção na ROSA CRUZ , eu estava ouvindo o mestre falar e fazer a sua explanação como sempre, quando ele leu uma oração da madre Teresa de Caucutá que me deixou emocionada , voltei pra casa e logo fui procurá-la pra postar, então dei uma passadinha pelo meu ORKUT e vejo um scrap lindo enviado pelo meu tio e padrinho com a oração de São Francisco de Assis. Que é a minha preferida, aquela que eu levo comigo todos os dias na busca de alcançar mais um degrau na escala da evolução espiritual.
Cabe aqui ressaltar que eu não sou adepta a nenhuma religião, mas tenho as minhas crenças.
Então o que essas duas orações e essas duas pessoas tiveram em comum? Você vai saber agora.

"Quem quiser ser o primeiro entre vós, faça-se servo de todos (Mc, 10, 44).
Estas palavras de Jesus aos discípulos indicam qual é o caminho que leva à grandeza evangélica. Madre Teresa de Calcutá, fundadora dos Missionários e das Missionárias da Caridade, que hoje tenho a alegria de inscrever no Álbum dos Beatos, deixou-se guiar por esta lógica. Ícone do Bom Samaritano, ela ia a toda parte para servir Cristo nos mais pobres entre os pobres."
Esse é um trecho da homilia do Papa João Paulo 2o durante o ritual de beatificação de Madre Teresa de Calcutá, em outubro de 2003.
Agnes Gonxha Bojaxhiu nasceu numa família católica da comunidade albanesa do sul da antiga Iugoslávia. Foi educada numa escola pública e, ainda jovem, tornou-se solista no coro da igreja. Determinada a seguir sua vocação religiosa, Agnes ingressou na Congregação Mariana. Em setembro de 1928, ingressou na Casa das Irmãs de Nossa Senhora do Loreto, em Dublin, na Irlanda. De lá partiu para a cidade de Darjeeling, na Índia, onde as irmãs de Loreto tinham um colégio, em 1931. Lá fez noviciado e finalmente fez os votos de obediência, pobreza e castidade, tomando o nome de Teresa. De Darjeeling, Teresa partiu para Calcutá, onde viveu como religiosa e foi professora de história e geografia no Colégio Santa Maria, único colégio católico para meninas ricas da cidade de Calcutá. O contraste com a pobreza à sua volta era muito grande. Em maio de 1937, Teresa fez a profissão perpétua. A revelação ocorreu em setembro de 1946, durante uma viagem de trem. Madre Teresa ouviu um chamado interior que a incitou a abandonar o convento de Loreto, em Calcutá, e passar a viver entre os pobres. Em 1948, autorizada pelo Papa Pio XII, Teresa foi "viver só, fora do claustro, tendo Deus como único protetor e guia, no meio dos mais pobres de Calcutá". Em dezembro do mesmo ano, conseguiu a nacionalidade indiana. Teresa passou a usar um traje indiano, um sári branco com debruns azuis e uma pequena cruz no ombro. Pedindo ajuda nas ruas, auxiliava pobres, doentes e famintos. Pouco a pouco, foi angariando adeptas para sua causa entre as antigas alunas. Em 1950, fundou uma congregação de religiosas. Madre Teresa fundou casas religiosas por toda a Índia e, depois, no exterior. Seu trabalho obteve grande repercussão. O Papa João Paulo II cedeu uma casa, ao lado da Santa Sé, para recolhimento dos pobres, a casa "Dom de Maria". Em 1979, Madre Teresa recebeu o prêmio Nobel da Paz, pelos serviços prestados à humanidade. Depois de dedicar toda uma vida aos pobres, Madre Teresa de Calcutá morreu aos 87 anos, de parada cardíaca. Em outubro de 2003 foi beatificada pelo Papa João Paulo 2o.

Eis então a oração:

Muitas vezes, as pessoas são egocêntricas, ilógicas e insensatas. Perdoe-as, assim mesmo.

Se você é gentil, as pessoas podem acusá-lo de egoísta, interesseiro. Seja gentil, assim mesmo.

Se você é um vencedor, terá alguns falsos amigos e inimigos verdadeiros. Vença, assim mesmo.

Se você é honesto e franco, as pessoas podem enganá-lo. Seja honesto e franco, assim mesmo.

Se você tem paz e é feliz, as pessoas podem sentir inveja. Seja feliz, assim mesmo.

O bem que você faz hoje, pode ser esquecido amanhã. Faça o bem, assim mesmo.

Dê ao mundo o melhor de você, mas isso pode nunca ser o bastante. Dê o melhor de você, assim mesmo.

Veja que no final das contas,

É ENTRE VOCÊ E DEUS.


Autora: Madre Teresa de Calcutá



Agora vamos conhecer um pouco sobre São Francisco de Assis

Protetor dos pobres, doentes, animais e da lavoura.
Francisco de Assis nasceu na cidade de Assis, Úmbria, Itália, em 1182. Pertencia à burguesia, e dessa condição tirava todos os proveitos. Como seu pai, tentou o comércio, mas logo abandonou a idéia por não ter muito jeito para isso. Sonhou, então, com as glórias militares, procurando desta maneira alcançar o status que sua condição exigia. Contudo, em 1206 para espanto de todos, Francisco de Assis abandonou tudo, andando errante e maltrapilho, numa verdadeira afronta e protesto contra sua sociedade burguesa. Entregou-se totalmente a um estilo de vida fundado na pobreza, na simiplicidade de vida, no amor total a todas as criaturas. Com alguns amigos deu início ao que seria a Ordem dos Frades Menores ou Franciscanos. Com Santa Clara, sua dileta amiga, fundou a Ordem das Damas Pobres ou Clarissas. Em 1221, sob a inspiração de seu estilo de vida nasceu a Ordem Terceira para os leigos consagrados. O pobrezinho de Assis, como era chamado, foi uma criatura de paz e de bem, terno e amoroso. Amava os animais, as plantas e toda a natureza. Poeta, cantava o Sol, a Lua e as Estrelas. Sua alegria, sua simplicidade, sua ternura lhe granjearam estima e simpatia tais que fizeram dele um dos santos mais populares dos nossos dias.

Conheça aqui a oração de São Francisco, em uma gravação em mantra. É lindo! Vale a pena ver até o fim. Eu garanto!



Se quiser leia aqui:


Glorioso São Francisco, Santo da simplicidade, do amor e da alegria. No céu contemplais as perfeições infinitas de Deus. Lançai sobre nós o vosso olhar cheio de bondade. Socorrei-nos em nossas necessidades espirituais e corporais. Rogai ao nosso Pai e Criador que nos conceda as graças que pedimos por vossa intercessão, vós que sempre fostes tão amigo dele. E inflamai o nosso coração de amor sempre maior a Deus e aos nossos irmãos, principalmente os mais necessitados.

São Francisco de Assis, rogai por nós. Amém.


ORAÇÃO DA PAZ

Senhor! Fazei de mim um instrumento da vossa paz.
Onde houver ódio, que eu leve o amor.
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão.
Onde houver discórdia, que eu leve a união.
Onde houver dúvidas, que eu leve a fé.
Onde houver erro, que eu leve a verdade.
Onde houver desespero, que eu leve a esperança.
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria.
Onde houver trevas, que eu leve a luz.

Ó Mestre, fazei que eu procure mais:
consolar, que ser consolado;
compreender, que ser compreendido;
amar, que ser amado.
Pois é dando que se recebe.
É perdoando que se é perdoado.
E é morrendo que se vive para a vida eterna.


O que essas duas pessoas tiveram em comum?

Amor ao próximo e amor ao mundo em que vivemos. O que tem faltado em nossos corações.

Por isso amigos, eu quis dividir com vocês e desejar que todos iniciemos a semana com um pouco mais dos ensinamentos destes seres que foram realmente SERES HUMANOS.

Fiquem com DEUS e uma linda semana a todos(as).








5 comentários:

Du disse...

Lindo, lindo lindo!
Duas personagens inesquecíveis da nossa história de bondade e fraternidade!
Adorei, ótimo começar o domingo e a próxima semana lendo um post tão rico assim!

Beijão

Glayce disse...

Bom Dia!
Nossa, muito bacana tudo isso! É bom ler certas coisas e ter paz... E, mais ainda, sentir que o bem existe, que o mundo é bom, que a felicidade existe e preciso ser uma pessoa melhor a cada dia!
Madre Teresa de Calcutá é maravilhosa! Essa oração é uma verdadeira lição de vida!
Conheço bem a oração da paz. conheci de forma cantada...
Eu não tenho religião, mas tenho minhas crenças, como escreveu vc!
Bom Domingo
Beijos

Du disse...

Sim, sim!!!
Vai lá em editar postagens e entra no post dos selos, acho que é o primeiro post do seu blog. É só clicar em editar postagem e colocar os outros selos lá!
Entendeu?

teresamaremar disse...

Boa noite,

Sou Teresamaremar do espaço
www.NasTintasParaAsRegras.blogspot.com.

Venho informar que Elisabete Cunha – http://betescunha.blogspot.com/ - tem vindo a copiar integralmente, desde Setembro último, os meus textos e recolha de imagens.
Porque contactei essa senhora, duas vezes, via email, de forma a que retirasse os meus trabalhos do seu espaço, não tendo obtido qualquer resposta, sou a esclarecer que são integralmente de minha autoria os posts por essa senhora publicados nos dias,

4 Setembro 2008
7 Setembro 2008
8 Setembro 2008
10 Setembro 2008
13 Setembro 2008
22 Setembro 2008
30 Setembro 2008
1 Outubro 2008
10 Outubro 2008
18 Outubro 2008
29 Outubro 2008

como poderá ser constatado no meu blog www.nastintasparaasregras.blogspot.com, e correspondem às minhas publicações seguintes,

26 Maio 2007, Primórdios da arte ocidental
22 Maio 2007, Recriar o Passado
17 Maio 2007, Da têmpera ao óleo
12 Maio 2007, A tela, invenção renascentista
5 Maio de 2007, Perspectiva, a ilusão da percepção
4 Maio 2004 (nota de abertura do meu blog)
6 Maio 2007, (IN)descrição das cores
10 Maio 2007, Psicologia das cores
20 Junho 2007, Das trevas à luz
9 Junho 2007, O olhar mágico
13 Junho 2007, Em tentação
3 Julho 2007, Do feminino e do masculino na arte
16 Agosto 2007, On Va à la Plage
24 Setembro 2007, Traço.Linha.Ponto

Considero que referir no final desses posts Fonte: Nas Tintas Para As Regras, é apenas a forma de dissimular a infracção que vem fazendo, pois que tal não é referência de uma fonte, porquanto
. não indica que se trata de um blog,
. não contém hiperligação para esse (meu) blog,
. não indica o endereço deste – www.nastintasparaasregras.blogspot.com –
. nem tão pouco inclui qualquer referência à autora teresamaremar

Mais acrescento que, uma fonte é, eventualmente, um lugar de onde retiramos uma imagem, uma ideia ou uma frase mas da qual nunca se faz uma cópia total do que outro escreveu e investigou, trabalho dedicado e, tantas vezes, demorado.
Mais me surpreende que essa senhora agradeça os comentários que lhe deixam nesses mesmos posts, sem que refira ser teresamaremar a autora dos mesmos.

A bem da seriedade bloguista

Cumprimentos

elisabete cunha disse...

Roberta

leia querida!

AMIGOS,

ESTOU SENDO VÍTIMA DE DIFAMAÇÃO VIRTUAL!! ESSES CRIMES DEVERIAM TER PUNIÇÃO…

SOU LICENCIADA EM HISTÓRIA DA ARTE NA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA DESDE 1998, PORTANTO , POSSUO UM POUCO DE CONHECIMENTO EM ARTE.

AMIGOS MEUS,TEM RECEBIDO EMAIL E COMENTARIOS DA SENHORA TERESA MAREMAR, TENTANDO MACULAR A MINHA IMAGEM PERANTE A COMUNIDADE BLOGUEIRA QUE ME CONHECE HÁ PELO MENOS 4 ANOS DE BLOG QUE POSSUO E CONHECEM MINHA ÉTICA!

ESTA SENHORA VEIO AQUI A SALVADOR, CONHECI E ALMOÇAMOS JUNTAS , RECEBI COM TODO CARINHO,EDUCAÇÃO QUE ME É PECULIAR. TENDO ELA UM BLOG DE ARTE, QUE ESTAVA DESATIVADO. PERGUNTEI SE PODIA REPRODUZIR ALGUNS POSTS DELA NUM OUTRO BLOG DE ARTE QUE POSSUIA PARA DIVULGAR A ARTE E QUE COLOCARIA A DEVIDA FONTE, COISA QUE FIZ EM TODOS OS POSTS DELA UTILIZADOS E DEVIDAMENTES LINKADOS AO BLOG DESSA CRIATURA.

AGORA ESSA SENHORA TRAIDORA E SEM ÉTICA , ESTA A QUERER ME DESMORALIZAR PERANTE TODOS OS MEUS COMPANHEIROS DE BLOG , QUE MANTENHO HÁ MUITOS ANOS.

QUEM ME CONHECE SABE QUE JAMAIS ME APROPRIARIA DE POSTS DE OUTREM, TANTO QUE TODOS OS POSTS QUE FAÇO POSSUEM A FONTE QUANDO NÃO PRODUZIDO POR MIM.

MINHA CONSCIÊNCIA ESTÁ LIVRE E LIMPA!

SENHORA TERESA, SE QUERIA DIVULGAR SEU BLOG , ME FALAVA, QUE A DIVULGAÇÃO SERIA FEITA DE FORMA ÉTICA E SEM ATROPELAR A MORAL ALHEIA…ISSO QUE FIZERA É ASSÉDIO MORAL. E SAIBA QUE POSSO PROCESSÁ-LA.

SEM MAIS!

ELISABETE CUNHA

2/11/08

Pesquise no blog